AS INCRÍVEIS BOLINHAS DO DR. SORRISO SARCÁSTICO

Ficção | 16mm | 2003 | 09 minutos
Produção independente

SINOPSE: Atormentado por seu excesso de peso, jovem volta a procurar ajuda médica. Desta vez, ele será surpreendido. O Dr. Sorriso Sarcástico está disposto a testar no incauto paciente suas mais radicais terapias de emagrecimento.

Veja o filme: YouTube

– Exibido em oito festivais no Brasil, entre eles Brasília (03), Cine PE (Recife, 04), São Paulo (04), Goiânia (04) e Vitória (04)
– Menção honrosa da crítica na Mostra ABCV do Cinema Brasiliense (04)

Direção, produção e roteiro: Gustavo Galvão
Direção de fotografia: André Carvalheira
Efeitos visuais: Ricardo Landim
Montagem: Marcius Barbieri
Finalização de som: Pauly Di Castro
Trilha sonora: Walverdes, Júpiter Maçã
Elenco: Roberto Fonseca, William Ferreira



PALAVRAS DO DIRETOR

Médico: “E aí, já pensou em operar pra reduzir o estômago?”
Paciente: “É… não… Não quero ficar vomitando tudo o que comer.”

Difícil apontar o que motivou a realização deste filme: os diálogos cortantes, o tom confessional da narrativa ou o potencial expressionista de ambos? Tudo isso está presente numa crônica de Bernardo Scartezini que serviu de inspiração para esta comédia ácida. Baseado nas três premissas, o roteiro atualizou com imagens o retorno de um jovem atormentado por seu excesso de peso ao consultório do Dr. Sorriso Sarcástico.

Médico: “Olha, não vou dizer que isto aqui não é Prozac.”
Paciente: “Quê? Genérico de Prozac? Isso aqui não deixa a gente doidão?”
Médico: “Isto estimula uma substância no cérebro… A se-ro-to-ni-na. É ela que te deixa feliz quando você come.”
Paciente: “Sei… Tipo ecstasy, né?”