400 Filmes

Dia de Folga (André Carvalheira, 2006), com Cláudio Jaborandy

Ao emplacar quatro curtas-metragens no 39º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro (2006), a 400 FILMES se firmou como uma das mais atuantes produtoras de cinema na capital do Brasil. A partir dali, a empresa se destacaria não só pelo volume de trabalho, mas também pela fidelidade a um princípio: fazer da linguagem audiovisual um instrumento de investigação da experiência humana.

Formada com a união de dois ateliês de criação que atuavam em parceria desde 2000, a 400 FILMES marca presença regular no mercado e nos festivais desde 2003. Obras como O Cego Estrangeiro (de 2000), Danae (2004), A Lente e a Janela (2005), A Vida ao Lado e Dia de Folga (2006) representam uma proposta que combina o caráter humanista com a experimentação estética. Esses filmes foram adquiridos por emissoras como TV Cultura e Canal Brasil, assim como por iniciativas de formação de público de alcance nacional (casos da Programadora Brasil e do Curta Petrobras às Seis).

Os interesses artísticos e comerciais da 400 FILMES coincidem com os de seus sócios. À frente da produtora estão quatro realizadores formados em Brasília, nascidos entre 1971 e 1976, e revelados no início dos anos 2000: André Carvalheira (diretor, roteirista e diretor de fotografia), Guilherme Bacalhao (documentarista e produtor), Gustavo Galvão (diretor, roteirista e produtor) e Marcius Barbieri (diretor, roteirista e montador).

Por meio da 400 FILMES, os sócios realizaram 14 curtas de ficção e dois documentários. Ora financiados por Ministério da Cultura, Petrobras e Governo do Distrito Federal, ora produzidos de forma independente, esses trabalhos foram exibidos em mais de 180 festivais no Brasil e no exterior – inclusive em importantes eventos como Festival Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano (Cuba), Rencontres Cinémas d’Amérique Latine de Toulouse (França), Odense International Film Festival (Dinamarca) e International Short Film Festival in Drama (Grécia). Com um longa de ficção (Nove Crônicas para um Coração aos Berros, dirigido e produzido por Gustavo Galvão, 2012) e um documentário (A Cidade é uma Só?, dirigido por Adirley Queirós, 2011), a produtora amplia o campo de ação para se posicionar como referência no cinema brasileiro contemporâneo.

Para saber mais sobre os curtas que produzimos, acesse CURTAS. E para informações sobre os longas Nove Crônicas para um Coração aos Berros e A Cidade é uma Só?, clique em LONGAS.

400 FILMES – SERVIÇOS DE PRODUÇÕES LTDA ME

(+55.61) 9963.0028
(+55.61) 8137.0685

contato@400filmes.com
400filmes@gmail.com

CNPJ: 09.065.789/0001-33
CF/DF: 07.492.675/001-54
REGISTRO ANCINE: 13350